Morre baleado na Zona Sul e chega a 8 número de mortos na Grande SP


Uma das sete pessoas baleadas em um ataque de criminosos no bairro de Cidade Ademar, na Zona Sul de São Paulo, morreu neste sábado (17) após ter sido levado para um hospital em Diadema, no ABC. No total, cinco pessoas morreram neste ataque, que aconteceu por volta da meia-noite.


Com isso, chega a oito o número de mortos entrea a noite desta sexta-feira (16) e a madrugada deste sábado na Grande São Paulo em ataques e em confronto com a polícia. As mortes ocorreram ainda nas zonas Norte e Leste da capital e em Embu das Artes. O número de mortes nesta madrugada é superior à média diária de assassinatos no mesmo mês do ano passado (veja tabela).

No ataque de Cidade Ademar, um grupo de amigos conversava Rua Sebastião Afonso, por volta da meia-noite, quando homens fizeram vários disparos. Cinco pessoas morreram e duas ficaram feridas. Alan Rodrigues da Costa, de 22 anos, Vagner Pereira de Jesus, de 25, e Willian Adolfo de Carvalho, de 24, eram primos e não resistiram aos ferimentos. Eles trabalhavam em um supermercado e estavam de folga quando foram atacados. Os dois feridos precisaram de atendimento médico. Uma deles deixou o hospital neste sábado, mas um adolescente de 14 anos, que levou três tiros, permanecia internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Municipal de Jabaquara. 

Na Zona Norte, no bairro do Tucuruvi, um homem foi baleado enquanto aguardava familiares em um posto de gasolina na Avenida Guapira, por volta das 22h, de acordo com a polícia. A vítima foi levada ao Hospital São Luiz Gonzaga, onde morreu. O caso foi registrado no 73º Distrito Policial.
Já na Zona Leste de São Paulo, no mesmo horário, o mecânico Renato Ribeiro dos Santos Souza, de 21 anos, foi alvo de disparos em frente ao prédio em que morava, na Rua Olho D’Água do Borges, em Cangaíba. De acordo com a polícia, o criminoso passou na rua de moto e fez os disparos. A vítima foi levada ao Hospital Ermelino Matarazzo, mas não resistiu. A polícia informou que Renato já tinha sido preso por receptação de veículo roubado.
Em Embu das Artes, um suspeito de ter praticado arrastão no Trecho Oeste do Rodoanel morreu em uma troca de tiros com a polícia, segundo a Globo News. Procurada, a Polícia Militar não se manifestou até as 13h30.


No interior de São Paulo, em Campinas, dois ônibus fretados foram incendiados na madrugada deste sábado. Em Cosmópolis, cinco ônibus foram queimados na noite de sexta. Os veículos estavam na garagem da Viação Campestre, no bairro Parque Industrial. Não houve feridos.

Violência

Na noite desta quinta-feira (15), uma criança de 1 ano e 8 meses foi atingida no pescoço por um disparo, em São Bernardo do Campo, no ABC. Segundo a Polícia Civil, o carro em que o menino estava com a mãe foi alvo de disparos porque não deu passagem para outro veículo com criminosos. Minutos antes, os homens teriam atirado em um jovem de 17 anos na Estrada Galvão Bueno, perto do local em que o bebê foi morto. O corpo de Pedro Henrique Patrocínio Manga foi enterrado na tarde de sexta-feira.

FONTE:G1
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site