Cid lamenta dificuldade e propõe parcerias


O governador reuniu os prefeitos eleitos, ontem, para apresentar os programas do Estado e esclarecer parcerias


Em reunião com prefeitos, Cid Gomes lamentou a "situação dramática" pela qual tem passado os municípios em razão das perdas financeiras relacionadas, principalmente, às transferências 

O governador Cid Gomes (PSB) reuniu, ontem, prefeitos eleitos e reeleitos nos municípios cearenses para apresentar os programas do Estado em andamento e esclarecer sobre as possibilidades de parcerias com o objetivo de viabilizar novas ações para essas cidades no próximo mandato. Na ocasião, Cid lamentou a "situação dramática" pela qual tem passado os municípios em razão das perdas financeiras relacionadas, principalmente, às transferências federais e alertou os gestores sobre os problemas que eles deverão enfrentar logo após a posse.

Durante o encontro, no Centro de Eventos do Ceará, Cid afirmou que muitos municípios cearenses têm base econômica frágil. Ele também comentou a dependência que as cidades têm em relação às transferências estaduais e federais, destacando a importância das parcerias entre os entes para garantir a execução de projetos e a manutenção das contas municipais.

O governador destacou ainda que o Estado, assim como os municípios, tem enfrentado problemas financeiros por conta das reduções dos repasses federais. "O grande problema que os municípios têm enfrentado é um problema que o Estado já está enfrentando, que é a transferência federal. Essa transferência é feita a partir do Imposto de Renda, que é cobrado pela União, e também do IPI", explicou.

Conforme afirmou Cid Gomes, essa redução nos repasses feitos às cidades é "dramática". "O Estado é que ainda tem se aguentado, mas, para os municípios que estão encerrando mandato, é uma situação muito dramática", declarou.

No evento, o governador disse ainda que, logo após a posse, "começam as decepções naturais do gestor" e orientou que os prefeitos eleitos se preocupem inicialmente com as finanças do Município, sugerindo que eles procurem reduzir a folha de pagamento e de custeio e planejem bem os gastos. "O primeiro momento de qualquer mandato é fazer tudo o que é desgastante. Arrumar a casa é um momento fundamental. Se vocês não fizerem isso no começo, dificilmente conseguirão realizar um bom mandato", declarou.

Problemas

Cid Gomes citou a sua experiência como prefeito de Sobral, de 1997 a 2004, para falar dos desafios que precisam ser enfrentados na chefia do Executivo municipal e defender a necessidade de uma boa relação do gestor com o Poder Legislativo. "Prefeito com problemas na Câmara está fadado a ter problemas administrativos", considerou.

O governador ainda comentou as pressões políticas que os gestores poderão sofrer em relação à composição do secretariado e ocupação dos cargos do governo, lembrando que aliados durante o pleito poderão querer assumir pastas e cargos importantes mesmo sem ter a qualificação técnica e o compromisso com o interesse público. "Então se preparem, porque daí pra frente é só pancada", disse.

Na oportunidade, Cid Gomes comentou alguns programas estaduais implantados em parceria com os municípios para melhorar as ações e políticas públicas, destacando as áreas de saúde e educação. O governador argumentou que o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) e a construção de escolas profissionalizantes vêm mudando a qualidade da educação no Ceará. "O Paic se tornou referência nacional, com a criação do PNAIC através do Governo Federal, por sua capacidade de mudança e de se conseguir resultados em tempo relativamente curto", comemorou.

Cid se comprometeu ainda a construir escolas profissionalizantes em todos os municípios com mais de 25 mil habitantes. "Nas cidades menores, o Governo vem estimulando a realização de consórcios", acrescentou o governador, acreditando que o Estado pode ficar na vanguarda em relação ao nível técnico.

Saúde

No que se refere aos programas implantados para melhorar os serviços de saúde pública, Cid Gomes ressaltou a parceria com os municípios cearenses para construir Policlínicas, Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs 24 horas), Centros de Especialidades Odontológicas e hospitais de urgência e emergência de grande porte. "Até o final de 2014, o Ceará terá a melhor estrutura pública de saúde do Brasil", prometeu o governador.

Dentre os presentes na reunião, estavam o vice-governador Domingos Filho (PMDB), o senador Inácio Arruda (PCdoB) e a presidente da Aprece, Eliene Brasileiro. Após a abertura e o pronunciamento do governador, os prefeitos assistiram palestras dos secretários estaduais de Educação, Cidades, Saúde e Desenvolvimento Agrário, além das palestras com o controlador do Estado, João Melo, e o ex-ministro Ciro Gomes.

FONTE:DIÁRIO DO NORDESTE
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site