Grande SP tem chacina, 24 baleados e 13 mortos


A Grande São Paulo teve uma chacina e ao menos 24 baleados — 13 morreram e 11 ficaram feridos — entre a noite deste domingo (18) e a madrugada desta segunda-feira. 
Ao menos 312 pessoas morreram, desde 1º de outubro de 2012, em  execuções e confrontos com a polícia, segundo levantamento da Agência Record. Os últimos ataques aconteceram em várias regiões da capital e região metropolitana.
Taboão da Serra — Grande São Paulo 
Pelo menos três pessoas morreram e outras três ficaram feridas em uma chacina, na madrugada desta segunda-feira, na rua 14 de Novembro, em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo. As vítimas foram levadas ao pronto-socorro do Hospital Antena.  
Três morreram quando recebiam atendimento, segundo o hospital. Não há informações sobre o estado de saúde dos sobreviventes. O caso deve ser registrado no 1º Distrito Policial de Taboão da Serra.  
Segundo a Polícia Militar, por volta da 1h, seis jovens estavam conversando em uma esquina, quando um homem desceu por uma viela e ficou parado em frente ao grupo. Minutos depois, surgiram outros três suspeitos.
Neste momento, começaram os tiros, que atingiram os seis jovens. Um deles tentou correr, subiu uma escadaria e foi baleado. O outro desceu uma rua, mas foi atingido pelos disparos quando estava na escada de casa. Os outros foram baleados quando também tentavam fugir.  
Cidade Dutra — zona sul     
Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas, após serem baleadas por homens armados na frente de um bar, no fim da noite deste domingo (18), na rua Pinheiro Chagas, na favela da Minhoca, região da Cidade Dutra, zona sul da capital paulista. As quatro vítimas foram levadas para o pronto-socorro do Hospital Grajaú, onde duas morreram. O caso deve ser registrado no 101º Distrito Policial do Jardim das Imbuias.
Segundo a PM, as quatro pessoas estavam na frente de um bar quando dois homens em um carro passaram atirando contra as vítimas. Uma mulher caiu no local, enquanto outros três homens conseguiram correr por alguns metros, até uma viela, que dá passagem para a rua de cima.  
Minutos depois, os jovens também foram atingidos. As vítimas estavam sem documentos. O bar onde aconteceu o crime seria conhecido como ponto de venda de drogas da região.
Guarulhos — Grande São Paulo 
Um homem morreu após ser baleado na tarde deste domingo (18), na rua Servidão da Passagem, bairro da Vila União, cidade de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a 3ª Companhia do 15º Batalhão do município, o crime aconteceu por volta das 17h.
Homens armados teriam passado atirando contra um jovem, que chegou a ser levado ao pronto-socorro do Hospital São João, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi apresentado no 7º Distrito Policial de Guarulhos.  
Itapevi — Grande São Paulo 
Um homem morreu após ser baleado na rua Malméria, no Jardim Paulista, próximo à Favela do Areião, em Itapevi, na Grande São Paulo, por volta das 21h deste domingo (18).
A vítima foi levada pelo policiamento ao Hospital Geral de Itapevi. Ainda não há informações sobre o estado de saúde da vítima. O caso foi registrado na Delegacia Central de Itapevi.   
Vila Jacuí — zona leste   
Um homem morreu e outro ficou ferido, após serem baleados, por volta das 21h30 de domingo, na região da Vila Jacuí, zona leste da capital. 
De acordo com a PM, dois homens em uma moto passaram atirando contra um jovem, de 22 anos, na rua Olegário Maciel. Ele foi levado ao Hospital Ermelino Matarazzo, mas não resistiu aos ferimentos.
Pouco tempo depois, outro jovem, de 23 anos, também deu entrada no hospital, ferido com arma de fogo na rua Flor-da-Abissínia. A ocorrência está sendo apresentada no 63º DP (Vila Jacuí). 
Capão Redondo — zona sul   Dois adolescentes e um homem morreram baleados após roubarem um carro e trocarem tiros com a polícia, por volta das 22h, na zona sul de São Paulo. A perseguição começou na avenida Carlos Caldeira Filho e acabou na rua Pedro Faber, região do Capão Redondo. Os três eram suspeitos de roubar um carro na região.  
Moema — zona sul
Uma pessoa teria sido baleada em um tentativa de assalto, por volta das 22h, na alameda do Aicás, no bairro de Moema, zona sul da capital. Ainda não há mais informações sobre este caso.  
Osasco — Grande São Paulo   Meia hora depois, um jovem, de 19 anos, foi morto em uma briga durante uma festa na cidade de Osasco, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o caso aconteceu na rua Alberto Cortes, no bairro Pestana.  
O jovem chegou a ser levado por populares ao pronto-socorro Pestana, onde morreu. A vítima tentou separar uma briga entre outros jovens que participavam da festa e acabou atingido por pelo menos um tiro.
Perus — zona sul
Um homem foi morto a tiros dentro de um bar, na rua Bernardo José de Lourena, em Perus, zona oeste de São Paulo, por volta das 23h deste domingo (18). O caso foi apresentado no 33º Distrito Policial, de Perus.  
Segundo a Polícia Civil, dois homens chegaram ao local em uma moto procurando pela vítima. Ao identificar o alvo, a dupla atirou e fugiu. A polícia acredita em um acerto de contas. O caso, segundo a polícia, não teria ligação com as mortes da "onda de violência".
República - região central de São Paulo    
Dois homens foram baleados em dois pontos do centro da capital paulista. Um morador de rua foi baleado na avenida São João, próximo à avenida Ipiranga. Ele levou um tiro de raspão na axila direita e foi até uma base da PM da região pedir ajuda. 
A outra vítima foi baleada na avenida Duque de Caxias, esquina com a rua Conselheiro Nébias. O homem, que ainda não foi identificado, também foi levado para a Santa Casa de Misericórdia e não corre risco de morte.
Penha — zona leste
Por volta das 2h, um homem, de 26 anos, foi baleado na avenida Amador Bueno da Veiga, na Penha, zona leste da capital. Segundo a PM, um carro passou pelo local e um de seus ocupantes efetuou vários disparos em direção à vítima, que estava em frente a um bar. Ele foi ferido no abdome e conseguiu chegar a outra boate para pedir ajuda.
Grajaú — zona sul   Quatro horas depois, um suspeito foi ferido após tentar assaltar um policial da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) na rua Justino Vado, na região do Grajaú, zona sul da Capital. Segundo a PM, o policial estava de moto à paisana, quando dois homens armados chegaram em uma outra motocicleta e anunciaram o assalto.  
Ao descobrir que era um policial, os suspeitos atiraram. O PM reagiu e acertou um dos homens no pé. O outro suspeito fugiu.
Fonte:R7
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site