Voltar | Página Inicial | Últimas Notícias`Só queria defendê-la´, diz mãe de baleada por ex em hospital do RS


A mãe da jovem baleada pelo ex-marido em um hospital de Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, se diz inconformada com o ataque, ocorrido no início da noite de sexta-feira (23). Fernanda Camila Alves, de 21 anos continua internada na Santa Casa de Misericórdia, mas passa bem. "No momento estou muito nervosa. Queria que minha filha saísse da UTI para conversardireito com ela", disse Magda Alves à reportagem do Fantástico .

Mãe e filha caminhavam pela rua, quando o ex-marido parou e ofereceu carona. As duas perceberam que ele estava alterado e correram em direção ao hospital para se abrigar. Em imagens gravadas pelo circuito desegurança da Santa Casa, a câmera que fica na entrada do hospital mostra quando a jovem sobe a escadaria, em pânico. Logo atrás vem o ex-marido, que está armado. Na cena ainda aparece a mãe da jovem, que corre para tentar segurar o agressor. "Eu só queria defendê-la, só pensei em defendê-la. Fiz o que qualquer mãe faria", comentou a mãe.


Uma outra câmera, na recepção, flagra a tentativa da jovem de escapar. Mas o ex-marido, com a arma em punho, consegue alcançar a ex-mulher. Segundo a polícia, neste momento ele dispara cinco tiros.


A mãe chega logo depois, agarra o ex-genro e consegue tirá-lo do hospital. Quando vê o que aconteceu com a filha, ela fica desesperada e busca ajuda. Dois tiros acertaram Fernanda. Um atingiu a cabeça. A bala entrou pela nuca e se alojou próximo à orelha, mas não atingiu o cérebro. O outro acertou uma das mãos.


O motivo do crime, segundo a família da vítima, teria sido ciúme. Foi uma surpresa para os mais próximos, já que o ex-marido nunca havia sido agressivo com a esposa. "É um momento muito doloroso tanto para mim, quanto para a família dele também", falou a mãe da jovem.


O delegado Roger Bittencourt acredita que o crime será tratado como passional: "Ele já foi encaminhado ao presídio de Santo Ângelo. Ele optou por não prestar depoimento aqui na delegacia, mas em conversas informais afirmou se tratar de crime passional, que tinha bastante ciúmes da ex-esposa e que desconfiava que ela traía ele". A jovem se recupera bem, está consciente e não corre risco de morte.


O ex-companheiro foi preso na noite de sábado (24), 22 horas após o crime. Ao chegar à  delegacia, ele foi agredido e saiu do carro chorando. "Eu não sabia o que estava fazendo", disse às câmeras da imprensa ao descer do veículo. O casal estava separado há cerca de duas semanas. Segundo a polícia, ele não aceitava o fim do relacionamento.


Fonte: G1

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site