Arrependido, Luis Fabiano admite erro e fala até em largar o futebol


A noite desta quarta-feira poderia ser a coroação para o maiorgoleador do São Paulo nesta temporada. Porém, o jogo contra o Tigre tornou-se um pesadelo no fim de ano do atacante Luis Fabiano.

Expulso aos 13 minutos da etapa inicial, após tentar um chute no zagueiro Donatti, o Fabuloso desfalcou a equipe desde o início da primeira partida da decisão e não estará presente no duelo da próxima semana, no Morumbi. Abatido, o jogador admitiu o erro e disse que pensou até mesmo em largar o futebol. Sem ele, o Tricolor não passou de um 0 a 0 com o Tigre, na Bombonera.

– Eu estava muito bem no jogo, tudo estava se encaminhando para uma grande partida. Acho que nunca vou ter outra oportunidade de jogar uma final dessa na minha vida. Hoje, sinceramente, estou tendo um sentimento que nunca tive em toda a minha carreira. É um sentimento de frustração, com um pouco de vontade de largar o futebol, de viver em paz. Lógico que não vou parar de jogar, mas é o que sinto hoje – desabafou, após a partida.

O veterano de 32 anos evitou procurar argumentos ou explicações. Preferiu abaixar a cabeça e aceitar que seu vacilo prejudicou bastante o time na briga pelo inédito título da Copa Sul-Americana. A frustração de Luis Fabiano era tamanha que ele chegou a comparar a tristeza vivida com o cartão vermelho à morte de seu avô, responsável por sua criação, em Campinas (SP). Na saída do gramado, a expressão do atacante era de choro.

– É o momento de dar a cara e assumir o erro. Ameacei o chute, e não era para ameaçar. Sou homem suficiente para assumir e não vou ficar dando explicação porque não adianta. Vai ser uma das noites mais difíceis da minha vida, depois da morte do meu avô – completou.

Autor de 31 gols nesta temporada, Luis Fabiano sempre foi um dos jogadores mais exaltados do atual elenco pelos torcedores, ao lado do capitão Rogério Ceni e do meia-atacante Lucas. Ciente de que só reencontrará os tricolores em 2013, o jogador evitou passar qualquer mensagem para a torcida e reafirmou sua personalidade forte, fazendo a ressalva de que nunca havia sido expulso em uma decisão.

Na próxima quarta-feira, quando o São Paulo decidirá o título no Morumbi, o Fabuloso terá de se limitar à função de torcedor. Com plena confiança de que seus companheiros garantirão mais esta conquista para o clube, ele lamentou a “festa incompleta” que viverá em sua particularidade.

– Hoje eu não diria nada para a torcida, que deve estar triste e chateada. O São Paulo vai levantar a taça, com certeza, mas a festa da minha parte não vai ser completa. Apesar de toda experiência que tenho, foi a primeira expulsão em finais da minha carreira. Às vezes a gente não tem sangue de barata. Eu não tenho, sou desse jeito e tenho de assumir. Não gosto de levar desaforo para casa, de tomar porrada.

As críticas ao atacante se estenderam desde a página pessoal de sua esposa no microblog Twitter até os comentários dos dirigentes são-paulinos presentes na Bombonera. O arrependimento de Luis Fabiano pelo destempero no início do jogo em Buenos Aires era tamanho que ele chegou a cogitar um possível recurso, que colocasse tanto ele como o zagueiro Donatti (ambos expulsos) em campo no Morumbi.

– Poderia haver algum recurso para os dois atletas jogadores a final. Não sei se existe, mas eu faria de tudo para voltar atrás e ter a oportunidade de jogar a final no Morumbi – insistiu.

Fonte: 180 Graus/Globoesporte.com 
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site