Professora morre ao ser atingida por guindaste em Teresina


A assessoria da Eletrobrás ressaltou que é importante deixar bem claro que o carro envolvido no acidente pertence a GVE, que é uma empresa tercerizada prestadora de serviços da Eletrobrás. A empresa comunicou só vai se pronunciar quando tiver o resultado da perícia.

A polícia informou que o motorista do utilitário fugiu, sem prestar socorro e não foi encontrado. Sobre o acidente ainda acrescentaram que o casal atingido pelo braço do utilitário estava do lado de fora retirando material para ministração de aulas.

A família das vítimas foi até o IML reconhecer o corpo e depois foi providenciar a documentação. O trânsito na avenida 24 de Janeiro foi fechado e os ônibus que tem itinerário que passa pela rua foram desviados, contornando a praça da Igreja de São Benedito.

O acidente ocorrido na tarde desta sexta-feira (07/12), e que matou a professora Alzira Ximenes Aragão, de 49 anos, deixou ainda em estado grave o esposo da vítima, Antonio Francisco Filho Neto. Ele foi encaminhado as pressas para o Hospital de Urgência de Teresina, em estado gravíssimo.

Segundo informações do Sargento Freitas da Policia Militar, o caminhão passava pela avenida quando o braço do guindaste abriu, atingindo dois veículos. A proteção do braço quebrou fazendo a estrutura cair na pista, batendo em seguida no Fiesta. O Gol onde estava o casal, foi atingido pelo Fiesta.

Uma professora morreu em um acidente ocorrido na Rua 24 de Janeiro, centro de Teresina, depois que foi atingida por um guindaste. O Instituto de Medicina Legal foi acionado para remoção do corpo. O guindaste que atingiu a mulher identificada como Alzira estaria sendo transportado por um caminhão da Eletrobras.

Fonte: 180 Graus 
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site