Encontrado crânio de rei inglês sumido há 500 anos


Um esqueleto achado em um estacionamento de Leicester, no centro da Inglaterra, é do rei Ricardo III, morto em 1485 e imortalizado por William Shakespeare, anunciaram arqueólogos nesta segunda-feira (4).

"A conclusão acadêmica da Universidade de Leicester é que, além de qualquer dúvida razoável, o indivíduo exumado em Greyfriars, em setembro de 2012, é efetivamente Ricardo III, o último rei da Inglaterra da casa Plantagenet", afirmou o arqueólogo Richard Buckley, que encabeçou a investigação, desencadeando aplausos do público.

Em agosto de 2012, arqueólogos da Universidade de Leicester, no Reino Unido, em colaboração com a Sociedade Richard III e a prefeitura de Leicester, começaram um dos mais ambiciosos projetos arqueológicos já realizados no país: nada menos do que uma busca do túmulo perdido de Richard III.

O último rei inglês a morrer no campo de batalha, Richard III foi enterrado há cinco séculos com pouca pompa na igreja de Greyfriars. A escavação da equipe não só descobriu o convento preservado debaixo de um estacionamento, mas, também, um esqueleto cheio de cicatrizes de guerra e uma curvatura na coluna vertebral.

Após uma bateria de testes e análises de DNA, os especialistas anunciaram nesta segunda-feira que os restos mortais encontrados são realmente do último rei da casa Plantagenet.

Fonte: AFP 
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site