Morador é morto em praça pública por não apontar local de venda de drogas


O servente de pedreiro Sérgio Genésio dos Santos foi assassinado a tiros, na manhã desta sexta-feira (22), numa praça na Avenida Leste-Oeste, na entrada de acesso à favela do Bolão, no bairro do Farol. A vítima estava ao lado da esposa quando foi baleada por homens que queriam saber onde havia um ponto de venda de drogas na região.

Foi a própria esposa de Genésio que contou detalhes do crime aos policiais militares. Segundo Denise Farias Cândido, ela estava sentada com o marido por volta das 6h30 na praça quando ocorreu o crime.

A testemunha contou que dois homens desceram de um automóvel de cor prata. Os criminosos perguntaram onde poderiam comprar droga no local. Como Genésio se negou a responder, um dos ocupantes do carro teria dito "responda direito e já foi atirando".

Agentes da Força Nacional de Polícia Judiciária estiveram no local para fazer os primeiros levantamentos. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Fonte: Tudo na Hora 
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site