Cantor sertanejo Hudson é condenado por posse ilegal de armas


Gabriela Garcia
Do UOL, em Limeira
  • Sertanejo Hudson presta depoimento em Limeira sobre porte ilegal de arma
    Sertanejo Hudson presta depoimento em Limeira sobre porte ilegal de arma
O cantor Hudson foi condenado pela Justiça de Limeira a prestar serviços comunitários e a pagar quatro salários mínimos mensalmente em favor de entidade de combate ao câncer de Limeira durante três anos e seis meses. A pena é resultante do processo por posse ilegal de armas. O cantor prestou depoimento na tarde desta quarta (18) no Fórum de Limeira.
A sentença, dada pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Rogério Danna Chaib, era de três anos e seis meses de reclusão, mas foi convertida em pena restritiva de direitos. 
Em março, munições de uso restrito de forças policiais foram encontradas na casa do cantor, o que resultou na prisão dele por quatro dias. Durante a audiência, o cantor confessou que ganhou munições de calibre 45 sem saber que elas eram de uso restrito.
Ao invés da reclusão, Hudson deverá pagar quatro salários mínimos por mês à Alicc (Associação Limeirense de Combate ao Câncer) durante dois anos, e, por um ano e seis meses deverá prestar serviços à comunidade, que serão estabelecidas pelo Juízo de Execuções Criminais. Ainda cabe recurso à decisão de primeira instância.


Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site