Deputado da Paraíba foi agredido em assalto onde ladrão perdeu fotos

25/09/2013 às 19h21

O deputado estadual Janduhy Carneiro, do Partido Ecológico Nacional (PEN) da Paraíba, foi uma das vítimas do assalto ocorrido no início da semana em um posto de combustíveis às margens da BR-304, nas proximidades da cidade de Assu, na região Oeste potiguar, onde um dos assaltantes deixou para trás um aparelho celular com fotos em que o próprio suspeito aparece empunhado duas armas de fogo. A foto do jovem foi divulgada nesta terça-feira (24) pela Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Segundo Valder Teixeira, que é chefe de gabinete do parlamentar, Janduhy estava acompanhado de um filho adolescente e de um motorista. Os três foram agredidos com coronhadas.

Janduhy cruzou o Rio Grande do Norte quando voltava do Ceará para a Paraíba. Ele foi a Fortaleza para ver o jogo entre o Botafogo (PB) e o Tiradentes (CE), partida válida pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. "Eles pararam no posto, perto de Assu, para abastecer. Todos apanharam muito. E o celular que o ladrão perdeu ficou dentro do carro do deputado. O veículo, uma caminhonete Santa Fe, só não foi levada porque os assaltantes não souberam ligar”, acrescentou o chefe de gabinete.

Após o assalto, o deputado foi orientado a prestar queixa na Delegacia de Plantão da zona Sul de Natal, que fica no bairro de Candelária, a pouco mais de 200 quilômetros da capital potiguar. “Mas, como também disseram que a Polícia Civil do Rio Grande do Norte está em greve, a queixa foi registrada somente na segunda-feira (23), aqui mesmo em João Pessoa", relatou o chefe de gabinete. O G1 tentou falar com o próprio deputado, mas Valder disse que Janduhy ainda está muito abalado com a violência sofrida e que não gostaria de falar sobre o assunto no momento. “Eles apanharam muito. O deputado levou coronhadas na cabeça. O filho dele também foi agredido. Quem mais apanhou foi o motorista, que ficou cheio de hematomas”, afirmou.

Ainda de acordo com o chefe de gabinete, os criminosos roubaram vários pertences pessoais das vítimas, “inclusive um relógio que o deputado considera de valor inestimável pelo apego emocional”, revelou Valder.

Sobre as fotos divulgadas pela polícia, Valder disse que o deputado ainda não viu as imagens. “Foi tão traumatizante que ele ainda não quis ver. O motorista viu, mas é difícil reconhecer porque na hora os assaltantes estavam de capacete”, concluiu.

Além da foto do jovem empunhando duas pistolas, à PM também divulgou outra imagem em que o mesmos rapaz aparece com uma arma na cintura. Nesta foto, o suspeito está acompanhado de uma criança. A Polícia Militar ainda não identificou o jovem que aparece nas fotos, mas o considera procurado. O major Assis Santos, comandante da PM em Assu, disse que qualquer informação sobre o suspeito, ou mesmo sobre os outros assaltantes que participaram do crime, podem ser repassada à polícia pelo telefone 190. "Não é preciso se identificar", ressaltou.

Fonte: G1 RN 
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site