Fã dos Mamonas Assassinas guarda objetos que podem revelar motivo do acidente trágico

Balanço Geral SP

26/09/2013 15h45 (Atualizado em 26/09/2013 16h37)


Uma fatalidade colocou um ponto final na carreira e na vida dos integrantes da banda Mamonas Assassinas. No dia 2 de março de 1996, o avião que transportava o grupo colidiu com uma rocha, na Serra da Cantareira, São Paulo, matando todos os tripulantes. Logo após o acidente, o fã da banda, Milton Barão da Silva, foi até o local e recolheu alguns dos pertences e destroços da aeronave. Durante 17 anos, ele preservou esses objetos em uma mala, e só agora resolveu revelar o conteúdo dela para o apresentador Geraldo Luís. Um dos itens encontrados no local da queda da tragédia é capaz de guiar a perícia na investigação sobre as causas do acidente. Acompanhe a reportagem e descubra o que ele guardou por tanto tempo.
Share:

Um comentário:

  1. Um irresponsável... por sua irresponsabilidade só agora a perícia vai poder determinar a causa da tragédia. Se não tivesse ido lá fuçar e pilhar aquilo que não podia e não devia isso podia ter sido resolvido já a 17 anos.

    ResponderExcluir

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site