Farias Brito-CE: Polícia prende professor quando procurava o seu irmão acusado de homicídio

O professor da rede estadual de ensino José Wilson Gonçalves de Alencar, de 26 anos, foi preso por volta das 09h30min desta quinta-feira quando a polícia de Farias Brito procurava o irmão dele acusado de um homicídio esta semana. Ele mora na Rua Antônio Ferreira Lima, 14 no Centro de Farias Brito e estava com um revólver um revólver calibre 38 no porta-luvas do veículo com quatro cartuchos intactos.

O mesmo é irmão de uma pessoa conhecida como Tonaldo que matou o seu próprio primo esta semana naquele município. O Destacamento Militar de Farias Brito foi avisado que o acusado estaria viajando na direção daquela cidade desde Altaneira em um Fiat Uno com mais duas pessoas e, supostamente, armados. O Sargento C. Santos, os Cabos Freire e Josué e o Soldado Edésio saíram em diligências.

Na localidade denominada Vila Lamajur os PMs interceptaram um Fiat Uno de cor preta e placas HYY–9092, inscrição do Ceará, dirigido pelo professor. Na abordagem, a polícia encontrou a arma no interior do veículo quando prenderam o professor José Wilson que foi autuado em flagrante na Delegacia de Farias Brito a fim de responder por posse ilegal de arma de fogo, sendo recolhido à Cadeia Pública local.

Segundo a polícia, atrás do Fiat viajava em uma motocicleta o adolescente de iniciais A. G da S., de 16 anos, que é sobrinho e mora na mesma rua de José Wilson. Ele pilotava uma moto Honda Bros de cor azul e placa HWT-1594, inscrição do Ceará, a qual foi levada para a Delegacia. Na noite do último sábado (02) Tonaldo atirou três vezes contra o seu primo e caminhoneiro José Herlanio Gomes de Alencar, de 32 anos.

O crime aconteceu no Bar do Galego de Romão ao lado da Praça da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição em Farias Brito, e a vítima morreu por volta das 16h30min de segunda-feira no Hospital São Francisco de Crato. O caminhoneiro residia na Rua José Liberalino de Menezes no centro de Farias Brito, enquanto o acusado trabalha como motorista da prefeitura no transporte de estudantes. Os dois não se entendiam e toda vez que se encontravam, havia troca de insulto de parte a parte e ameaças.


Fonte: Site Miséria
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site