Ex-deputado Pedro Corrêa deixa o Cotel e segue para presídio no Agreste de PE

Condenado no julgamento do mensalão, o ex-deputado federal Pedro Corrêa foi transferido na manhã desta quarta-feira (8) do Centro de Triagem (Cotel) de Abreu e Lima, no Grande Recife, para o Centro de Ressocialização do Agreste, no município de Canhotinho, a mais de 200 quilômetros da capital. De acordo com o diretor do Cotel, João Fernandes, o comboio deixou a unidade por volta das 11h.

A previsão inicial era de que a transferência ocorresse no começo da tarde desta quarta. Segundo o secretário-executivo de Ressocialização, coronel Romero Ribeiro, a antecipação aconteceu devido a procedimentos normais de segurança.

Corrêa será encaminhado para o pavilhão dos concessionados, que abriga detentos com bom comportamento e maior capacidade técnica de estudo. O ex-deputado dividirá uma cela, que possui banheiro e câmeras, com outro interno.

Ainda segundo o coronel, Pedro Corrêa deve trabalhar no Centro de Ressocialização do Agreste. A unidade de regime semiaberto oferece aos internos serviços em uma pedreira, serralharia, carpintaria, piscicultura, casa de farinha, produção de hortifrutigranjeiro, além da criação de gado, ovinos e caprinos. “Também há uma enfermaria que pode recebê-lo, já que ele é médico”, ressaltou Romero Ribeiro.

De acordo com a Secretaria de Ressocialização, o ex-deputado terá direito a 35 saídas por ano. O pedido feito pelos advogados de defesa de Pedro Corrêa para que ele tenha trabalho externo ainda não foi avaliado pela Vara de Execuções Penais do Agreste.

A operação de transferência do ex-deputado está prevista para ocorrer na tarde desta quarta. Ele será levado para a unidade do Agreste em uma viatura com cinco agentes penitenciários, entre eles o superintendente de Segurança, coronel Cliton Paiva. A transferência de Pedro Corrêa foi autorizada na terça (7) pelo juiz da 1° Vara de Execuções Penais, Luiz Rocha.

Ainda de acordo com o juiz Luiz Rocha, no regime semiaberto, o reeducando passa o dia na prisão, podendo circular pela unidade, sem ficar confinado a uma cela. Quando o reeducando obtém permissão de trabalho ou estudo, ele sai às 7h e se recolhe antes das 19h. Feriados e finais de semana devem ser passados na prisão.

Fonte: G1
 


Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site