27° dia: Brasil sofre goleada histórica de 7 a 1 da Alemanha

Quarta Feira 09/07/2014
Foto: Gabriel Bouys/AFP) 

Foi uma humilhação. O Brasil levou sete gols da Alemanha, cinco deles nos primeiros 30 minutos de jogo no Mineirão, em Belo Horizonte. A seleção de Luiz Felipe Scolari desapareceu em campo e assistiu à maior goleada que o Brasil sofreu na história das Copas.
Logo aos 10 minutos, Toni Kroos cobrou escanteio e Thomas Müller marcou o primeiro. Os quatro seguintes vieram em apenas seis minutos. O atacante Miroslav Klose fez um gol de rebote, o seu 16º em Copas e tornou-se o maior artilheiro de todos os tempos no torneio, batendo Ronaldo Fenômeno. O meio-campo Kroos conseguiu fazer dois em um intervalo curtíssimo, pouco mais de um minuto. Khedira finalizou o quinto, depois de roubar a bola no meio do campo e fazer tabela com Özil. A bola foi no canto direito do goleiro Júlio Cesar.
Quando os brasileiros achavam que a derrota já estava vergonhosa demais, no segundo tempo, o atacante Schürrle recebeu passe de Lahm e completou para a rede. Seis gols. E depois sete, de novo marcado por Schürrle.
Para não ficar tão feio, Oscar conseguiu fazer um gol para o Brasil aos 45 minutos. Placar de 7 a 1 na semifinal.Agora resta à seleção disputar o terceiro lugar. Será a quarta vez que o país busca essa colocação em uma Copa. No próximo sábado (12), enfrentará o perdedor de Argentina e Holanda, no Mané Garrincha, às 17h (de Brasília). O adversário do Brasil será definido nesta quarta-feira (9).
Antes mesmo do intervalo, torcedores começaram a deixar a Fan Fest, em São Paulo. O local, que tem capacidade para 30 mil pessoas, estava lotado no começo da partida. Melancólicos, os torcedoresaplaudiram o sexto gol alemão. A mesma coisa aconteceu no Alzirão, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Em Copacabana, torcedores relataram brigas e tentativas de arrastões.
Até no Mineirão, torcedores decidiram ir embora mais cedo. O clima ficou pesado. Quem resistiu até o final chorou, sofreu, mas aplaudiu e fez coro de "olé" para a Alemanha. Aos 35 minutos do segundo tempo, os torcedores alemães ouviram (em alemão e em inglês) a orientação para permanecer no lugar após o apito final. A saída deles foi escoltada pela Tropa de Choque e por seguranças da Fifa. A medida foi tomada para evitar possíveis acessos de revolta de brasileiros contra os rivais.





Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site