Argentino chega ao Brasil de táxi e cogita vender carro para ir à decisão

Sexta Feira 11/07/2014
O que você faria para ver de perto a sua seleção em uma final de Copa do Mundo? O argentino Ariel Banega, de 34 anos, não teve dúvidas. Pegou seu táxi na última segunda-feira com mais três amigos e dirigiu até o Brasil. Foram 36 horas de viagem entre Buenos Aires e São Paulo, onde o grupo acompanhou a semifinal contra a Holanda na quarta. Nesta sexta, mais dez horas de estrada até o Rio de Janeiro. Por volta de 15h, o veículo já estava estacionado em frente ao Maracanã - palco da grande decisão entre Argentina e Alemanha no domingo.
O grande problema agora é conseguir ingressos para a última partida do Mundial. Para isso, o taxista não descarta nem mesmo vender o seu carro. Segundo ele, o veículo vale cerca de 100 mil pesos argentinos (aproximadamente R$ 27,3 mil). Em sites na internet, torcedores já oferecem suas entradas por valores que variam entre R$ 24 mil e R$ 40 mil 
- Foi um total de 46 horas dirigindo e apenas um dia de descanso. Fomos em quatro amigos para São Paulo e agora estamos em cinco. Juntamos mais um ao grupo após a semifinal. Só que não temos ingressos. Tenho fé que os amigos brasileiros vão nos ajudar. Qualquer coisa, eu vendo o táxi. Não descarto essa possibilidade. Vale uns 100 mil pesos - disse Ariel, antes de seguir para a área do sambódromo,local disponibilizado pela prefeitura para  abrigar  os hermanos .
E para voltar à Argentina depois sem carro?
- Vou viver no Brasil - brincou, antes de abrir um grande sorriso.
Promessa para a namorada
Otimista mesmo depois da cansativa jornada até o Brasil, Ariel prefere não arriscar um palpite para a decisão. Não quer saber de um placar, apenas do possível tricampeonato argentino. Principalmente por ser no Brasil, um país rival no futebol. A consagração de Messi e companhia, no entanto, terá consequências também para o taxista. Ele prometeu à namorada que se casaria com ela caso isso acontecesse.
- Prometi à minha namorada que me casaria com ela se a Argentina fosse 
campeã. E vou cumprir. Estamos juntos há mais de dez anos. Mas quero apenas ganhar, não importa o placar. Vai ser muito bom ser campeão em uma Copa na América do Sul, ainda mais no Maracanã. Os brasileiros vão querer se matar - encerrou.
Alemanha e Argentina se enfrentam no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, na final da Copa do Mundo de 2014. Os alemães buscam o tetracampeonato, enquanto os argentinos lutam pelo tri. Ariel Banega e seus amigos esperam estar lá. Com ou sem táxi.
Fonte: G1
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site