Brasil x Colômbia deve ser o jogo com o maior número de turistas

Quarta Feira 03/07/2014
 19:13 por 
A última partida da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 em Fortaleza a ser realizada na Arena Castelão, nesta sexta-feira (04), deve ter um público predominantemente composto por turistas. O confronto sul-americano entre Brasil e Colômbia deve atrair cerca de 47,5 mil turistas, sendo 27,5 mil nacionais e 20 mil estrangeiros. De acordo com os levantamentos da Secretaria Especial da Copa 2014 no Ceará (Secopa CE) e da Secretaria do Turismo do Estado (Setur CE) este é o maior número até então.
O secretário Especial da Copa 2014 no Ceará, Ferruccio Feitosa, celebra o êxito da organização do mais midiático evento do mundo em terras cearenses. “Foram sete anos e meio trabalhando para ajudar o Brasil a receber bem uma competição do porte da Copa do Mundo. A Arena Castelão tem 97,3% de aceitação do público e serviu como ponto de encontro de várias culturas, tudo contribuindo para projetar internacionalmente Fortaleza e o Ceará”.
Entre os pontos de destaque lembrados por Ferruccio estão a lotação de 98,3% dos assentos do estádio; a quebra de recordes na exibição das partidas na Arena Castelão para TVs internacionais (México, Holanda e Israel, por exemplo); e a excelência em operações como o transporte de torcedores para o estádio, os recordes de embarques e desembarques sem atrasos no aeroporto e a realização da FIFA Fan Fest na Praia de Iracema.
Fluxo de turistas para a Copa supera expectativas
O Ceará só tem motivos para comemorar a realização: a cidade está em festa, com muita tranquilidade e organização, além de milhares de turistas do mundo todo aquecendo a nossa economia.
Os números indicam que a previsão inicial de 350 mil turistas* deve ser superada, pois além dos que foram à Arena Castelão, há os turistas que também acompanharam as emoções da Copa no Ceará, mas fora do estádio.
Ainda de acordo com as estimativas iniciais, estes visitantes devem deixar no Ceará, ao final da competição, cerca de R$ 665 milhões de renda direta, e um impacto na economia local de R$ 1,16 bilhão.
Para o secretário do Turismo, Bismarck Maia, o principal legado do torneio será “mostrar ao mundo que somos capazes de realizar com competência grandes eventos. A Copa será como uma grande alta estação, mas com os diferenciais de termos um percentual de estrangeiros muito grande, além de uma visibilidade internacional nunca antes alcançada, devido a centenas de jornalistas de diferentes áreas que vêm cobrir o evento”.
O titular da Setur CE espera que, entre os que vierem ao Brasil via Fortaleza e os que se locomovem pelo País em voos domésticos e ônibus interestaduais, o Ceará receba cerca de 200 mil turistas internacionais, bem acima da previsão inicial, de 140 mil.
“O Ceará já vinha fazendo o dever de casa desde 2007, quando o governador Cid Gomes passou a dar prioridade de fato ao turismo, por ser a nossa maior vocação econômica e ativar diversos outros setores da economia. Estruturamos todo o Estado, consolidamos o mercado nacional, e agora começamos a conquistar os externos também”, explica.
Bismarck ressalta que obras estruturantes como o Centro de Eventos, o Acquario, as estradas duplicadas (CE 040 e 085), os Aeroportos de Jericoacoara e Aracati, entre outras, foram responsáveis por inserir o Estado no segmento do turismo de negócios e torná-lo um destino turístico internacional.
*expectativa divulgada em maio
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site