Manifestantes cobram asfalto ligando Saboeiro a Acopiara

Na manhã desta quinta-feira, 30, cerca de aproximadamente 300 pessoas, interditaram trecho da CE 371, que liga Acopiara a Catarina, próximo a entrada de acesso para o Distrito de São Paulinho (Acopiara), em protesto pacífico para chamar atenção do Governo do Estado para a reivindicação de pavimentação asfáltica ligando São Paulinho ao Distrito de Flamengo (Saboeiro) à sede daquele município, estabelecendo assim uma conexão asfáltica entre os municípios de Saboeiro e Acopiara. O trecho em questão compreende a aproximadamente 60 km de estrada, que constantemente enfrenta problemas de deteriorização e buraqueira. Os manifestantes relatam que, pela obrigatoriedade de trafegar na estrada em baixa velocidade, é grande o índice de assaltos a motoristas e motociclistas, além de constantes danos aos veículos, pelas péssimas condições da estrada.

Essa luta, de acordo com os organizadores do manifesto, é uma reivindicação que já existe há 50 anos, sempre munida de promessas de candidatos em campanhas eleitorais, mas que de fato nunca chegou a acontecer. Dentre os benefícios da estrada asfaltada, para os três municípios, porque Catarina também teria seus ganhos em termos de acessibilidade, o município de Saboeiro depende desse trecho asfaltado para se desenvolver, já que até então, só entra na cidade quem tem negócio. Com o tráfego de ônibus e caminhões por dentro da cidade, rotas mais curtas ligando os Inhamuns e o Centro-Sul para a capital e estados vizinhos trariam enorme ganho para todo o município de Saboeiro especialmente.

Esse foi a segunda manifestação realizada com esse fim, com a primeira tendo acontecido no dia 29 de abril próximo passado. De acordo com Silas Braga, um dos organizadores, caso esse segundo ato não surta efeito, eles pretendem reivindicar uma audiência direta com o Governador Camilo Santana.
Estiveram presentes o Prefeito de Saboeiro,  Gotardo Martins, o Vigário da Paróquia de São Francisco em Acopiara, Luiz Claudiane Tavares, vereadores de Saboeiro, Acopiara e Catarina, comerciantes, líderes comunitários, profissionais liberais, professores, estudantes, agricultores, motoristas e motociclistas, dentre outros.

De acordo com o Padre Claudiane, as condições da estrada dificultam ainda a transferência de pacientes especialmente do Flamengo, para atendimento médico em Saboeiro ou Acopiara. Só existe asfalto no trecho de São Paulinho a Acopiara. 

Gotardo Martins, apelou pela sensibilidade do Governador, que foi votado na região praticamente com exclusividade, e em outras ocasiões já se comprometeu em atender os anseios das comunidades envolvidas e relação ao que está sendo reivindicado.

Francisco Enéas neto, agricultor e comerciante da Vila Flamengo, diz que a manifestação é justa e necessária. “O povo do Flamengo precisa escoar a sua produção de milho, feijão e leite, melhorar o seu acesso aos municípios de Acopiara e Saboeiro. O manifestante relatou que na quadra invernosa a estrada fica intransitável. É preciso que o governador olhe mais atentamente principalmente para o povo de Flamengo e Saboeiro. Até mesmo porque a estrada traria também benefícios de investimentos para a região”, disse ele. 

Foto: Amaury Alencar
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site