Prefeito de Pedra Branca renuncia ao cargo e coloca culpa em perseguição política


O prefeito de Pedra Branca, Antônio Gois Monteiro Mendes, renunciou ao cargo. Ele assinou documento encaminho à Câmara dos Vereadores ontem (23).

No texto, Gois diz sofrer perseguição política no município e atendeu ao pedido dos filhos para deixar a Prefeitura.
“Apesar de todos os feitos, as forças contrárias ao desenvolvimento do Município de Pedra Branca sempe se insurgiram contra o modelo administrativo da minhão gestão, a qual foi voltada para o interessa da população mais carente”, escreveu o ex-prefeito.

Em tempo

Com a decisão, quem assume o comando é o vice-prefeito Júnior do Gilberto.

Em tempo II

O TJCE havia decidido pela volta de de Gois ao cargo. Ele foi afastado sob acusação do MPCE de fazer parte de esquema milionário de fraudes de licitações entre 2009 e 2013. No período, o Município e a construtora Garra Construções firmaram contratos no montante de R$ 5.411.133,15.
Gois deixou o cargo após as acusações de corrupção e teve prisão decretada no mês de fevereiro deste ano.

Confira carta de denúncia

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Google Plus email Email
EMAIL: contato@radioousadia.com.br

Curta Nossa Página

As Mais Lidas do Nosso Site

De onde Nos Visitam

Arquivos do Site

Total de Visitantes do Site